quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

A TRISTE SINA DO "PAI-AÇO"

Vi essa charge no Púlpito Cristão e resolvi compartilhar.

Pois é, não sei se você já se conta, mas a quantidade de pais que vivem para o trabalho e esquecem os seus filhos é impressionante, não é verdade?

Quantos não são aqueles que  passam o dia no trabalho ou até mesmo no ministério servindo ao Senhor sem contudo dedicarem  tempo àqueles que lhes são mais caros?

Caro leitor, por favor, pare, pense e reflita comigo: o que adianta ganhar o mundo, prosperar financeiramente e perder  a família? Quantos não são os pais que em nome de Deus, abandonaram os filhos na esquina do esquecimento desenvolvendo assim uma espiritualidade acética e burrificada?


Diante do exposto,  dedico este texto a todos os "pai-aços" que passam o dia perdidos em negócios, trabalhos, amizades, dirigindo igrejas, envolvidos na missão, pastoreando, correndo atrás, salvando o mundo, mas não são heróis dentro de sua própria casa.

"Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel." 1 Timóteo 5:8

Pense nisso!

Renato Vargens
Em:
VOZDAPROMESSA/BLOG

Nenhum comentário:

Postar um comentário